É TEMPO DE PLANTAR

PROJETO RAABE NA VISITA MENSAL NO CARANDIRU

O que não falta é motivação e, assim, o projeto Raabe segue, com a missão de levar a palavra de vida e mostrar que para tudo há solução.

O presídio Carandiru é de grande acolhimento a mulheres que, por algum motivo, cometeram faltas na sociedade. Muitas pessoas não compreendem o que leva um ser humano a ir contra a natureza de Deus, quando Ele só quer nos fazer o bem. Acontece que há forças invisíveis também do mal, e cada um faz a sua escolha. Ainda não entendendo os motivos, sabemos que através do testemunho de cada uma de nós, encontramos respostas também para essas mulheres.

Por isso temos sede de ajudá-las, orientá-las e fazer entender que há uma chance para mudança. É certo que terão que se submeter aos rigores da lei, mas, com certeza, conhecendo a Deus e seguindo os Seus passos uma nova vida vai ressurgir.

As voluntárias do Projeto Raabe, junto com o grupo da Universal, abraçaram essa causa e uma vez ao mês as meninas vão visitá-las. Dia 18 de fevereiro, na parte da manhã, puderam deixar uma mensagem e acrescentar a importância de entregar suas vidas a Deus.

Oito detentas deixaram sua velha natureza no batismo (uma maneira de apagar o passado, fazendo na sua escolha uma vida diferente e renovada). Cantos entoaram quando mulheres angolanas fizeram desse momento um coral de vozes que alegrou o ambiente.

Cada mês uma nova proposta e, com certeza, o Projeto Raabe continuará abençoando essas mulheres.

Anúncios

08 de Março, Convite Especial

A Cristiane Cardoso um exemplo de força e coragem, uma mulher cheia de virtudes e sempre nos passa inovação e cuidado ao próximo.

No seu livro a Mulher V ela diz: “Às vezes os nossos afazeres sugam todo nosso tempo, não restando quase nada para coisas novas, ideias novas, oportunidades novas.”

É verdade, e na correria do dia a dia deixamos o tempo passar e não priorizamos o que realmente pode nos fazer bem.

Não adianta só reclamar e não sair à luta, quando você toma uma iniciativa de buscar uma solução, é certo a oportunidade aparece e tudo muda.

Dia 08 de Março é esse dia, convidamos a todas as mulheres que passam “Violência Doméstica” e juntas vamos comemorar o dia Internacional da Mulher com respostas.

Vocês são nossas convidadas especiais do Projeto Raabe  e lhes aguardamos para juntas alcançar novas metas, oportunidade, iniciativas e vencer todo sofrimento.

Paticipem: Dia 08 de Março às 19h – Av. Celso Garcia, 499 – Brás ( segundo andar).

Projeto Raabe Visita a Maior Penitenciaria da América Latina

 Em 21/01/12 o projeto Raabe, junto ao grupo de evangelização do Brás, esteve na Penitenciaria do Carandiru no bairro de Santana. Lá se encontram mulheres que ocupam três andares divididos por alas; acusadas sentenciadas e que aguardam decisão judicial.

Visitando os pavilhões 02 e 04 conversaram com algumas detentas; existem várias situações, mas o que mais chamou a atenção foi a mistura de raças e etnias. Pessoas longe de seus países e sem nenhum familiar presente: Bulgária, Filipinas, Índia, Nigéria, Angola, Espanha, Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai. Existe também uma associação que cuida dos filhos, como se fosse um orfanato. Presenciaram uma ala onde existe um berçário e lá permanecem algumas crianças  cujas mães participam da fase de aleitamento materno.

A IURD faz um trabalho maravilhoso: durante a semana as meninas deixam seus nomes com as agentes para participarem de uma reunião na chamada capela. Quando chegam, as voluntarias vão em cada pavilhão para avisá-las e, das 10h às 12h, um pastor ministra esse encontro.

Foram realizadas orações e surge a oportunidade de entregar-se a Deus: “Eis que estou à porta e bato, se alguém abrir a porta, entrarei…” Algumas vozes unânimes entoaram canções em um coro próprio, indo ao encontro da presença de Deus. Também foi apresentado o Projeto Raabe por um grupo de cinco amigas. Carlinda contou sobre o objetivo, a sua criação e o cuidado pelas vítimas que sofrem violência doméstica. Estendeu-se o convite para que elas propagassem aos seus familiares e amigos que irão visitá-las.

Em seguida falou-se do tema LIBERDADE: Não podemos andar amarrados a atitudes contrárias a natureza criada por Deus, pois a liberdade só existe quando fazemos ótimas escolhas e ficamos livres para colher os melhores frutos da terra.  Muitas vezes, na ânsia de experimentar uma liberdade genuína, nos deixamos levar por sentimentos enganosos os quais nos levam a lugares que ninguém gosta de estar; sendo que o prazer por um momento nos limita, arranca nossa razão e, aparentemente,  foi-se o instante que se realizou. Por mais que busquemos respostas e mesmo tentando descobrir o que parece novidade – e ainda nos sentindo na ilusão –  seguimos caminhos que nos levam a total perdição e quando nos damos conta, já é tarde demais. Perdemos nossa total liberdade. Não podemos nos escravizar pelas mesmas coisas, pois em cada um de nós existe um querer próprio e vontade de mudar, tampouco ficarmos nos condenando ou achando que não há mais solução.

Liberdade não é um sonho passageiro; não é gabar-se por alguns segundos que podemos fazer o que quisermos; existem regras que devem ser cumpridas e sacrificadas pela própria pessoa. E por mais que se fale em liberdade, somos livres apenas para praticar o bem, assim a vida trará de volta a recompensa sem mesmo esperar.

Por mais que digamos “não” e atuamos pela própria liberdade, jamais encontraremos a felicidade total, e para sermos livres totalmente existe uma verdade que só é ensinada na Palavra de Deus. Pois assim Jesus disse em verdade: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Então não importa o que fizemos, ou de que estão nos acusando, o importante é conhecer essa verdade em Cristo para ser verdadeiramente LIVRES, ir em frente e não mais olhar para trás.

“Mulher, onde estão àqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?” Então, lhe disse Jesus: “Nem eu tão pouco te condeno, vai e não peques mais.”

MORAL: Para experimentar esta liberdade, necessitamos encontrar O LIBERTADOR, JESUS CRISTO.

 Pr. Vinicius finalizou esta reunião maravilhosa; o Projeto Raabe ofereceu a cada uma um livro do autor RENATO MADURO – o FIM DA PICADA, juntamente com o Jornal da Folha Universal. Ainda foi realizado o batismo de uma das detentas.